FacePhi atinge conformidade de segurança máxima

  • A empresa obteve da iBeta a validação de cumprimento da norma ISO 30107 para sua tecnologia de prova de vida e verificação de identidade biométrica facial.
  • Os algoritmos do FacePhi mostraram-se invulneráveis durante todo o processo de validação com 0% de sucesso nos ataques
FacePhi, uma empresa especializada em soluções biométricas multifatorial, obteve a conformidade ISO 30107 depois de sua tecnologia de verificação de identidade biométrica facial e prova de vida ter superado todos os ataques exigidos por este padrão, o mais exigente da indústria.  Esta norma estabelece, mediante consenso de especialistas do mundo inteiro, os diferentes tipos de ataques aos quais um sistema biométrico pode ser exposto, e como devem ser reproduzidos e avaliados. A ISO 30107 consiste, portanto, em um conjunto de diretrizes, cujo objetivo consiste em submeter uma tecnologia biométrica aos ataques mais eficazes para romper suas medidas de segurança, a fim de avaliar em que medida é fiável perante tentativas de roubo de identidade.  Para avaliar a tecnologia da FacePhi, contatámos a Entidade Reguladora iBeta Quality AssuaranceiBeta é uma organização sediada em Denver, Colorado (EUA), com mais de 20 anos de experiência na análise de qualidade e segurança de serviços de software críticos. Além de seus serviços de auditoria e avaliação da conformidade em diferentes domínios e plataformas, possui o único laboratório no mundo acreditado para avaliação de sistemas biométricos pelo National Institute of Standards and Techonology (Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia) (NIST).   Assim, para completar a análise de segurança da tecnologia de reconhecimento facial FacePhi, o iBeta realizou de forma exaustiva uma auditoria e uma avaliação da conformidade métrica desta solução biométrica, processo que se estendeu por vários meses. Esta análise culminou na obtenção pela empresa da carta de conformidade, que certifica a superação dos ataques definidos na norma ISO 30107.  A carta de conformidade atesta que a tecnologia FacePhi passou todos os testes a que foi submetida, tanto para sua prova de vida como para seu sistema de verificação de identidade biométrica, com 0% de sucesso nos ataques (IAPMR=0% e FMR=0%). Deste modo, é possível concluir que os algoritmos do FacePhi provaram ser invulneráveis a ataques durante todo o processo.  Segundo sublinhou o diretor do departamento de Qualidade, Jorge Félix Iglesias, “o reconhecimento facial está se reafirmando como a ferramenta biométrica mais valiosa para garantir a comodidade e a segurança dos usuários em qualquer área onde precisem validar sua identidade”. “O modo como é usado evita qualquer contato e é simples e intuitivo. Por isso, surgiu um boom da tecnologia que, consequentemente, pressupõe um desafio para as empresas biométricas trabalhar em padrões de qualidade correspondentes à demanda”, refere Félix.  Sobre a FacePhi  FacePhi é a empresa especializada em soluções biométricas multifatoriais sediada em Alicante (Espanha). A empresa foi criada em 2012 e, desde então, concentra sua atividade nos setores financeiro e de saúde. A FacePhi opera no MAB (Mercado Alternativo Bursátil) desde 2014; desde 2020, no Euronext Growth; e comercializa seus produtos tecnológicos, tendo por foco a segurança das empresas.  Para mais informação, consultar: www.facephi.com / http://inphinite-facephi.com   

Alicante, xx de junho de 2020