FacePhi lança-se à conquista da Europa, Oriente Médio e África e contrata seu novo VP Sales 

O novo VP Sales EMEA, Enrico Montagnino, conta com mais de três décadas de experiência em vendas internacionais em empresas de tecnologia. A empresa procura abrir novos mercados com a criação de uma equipe de vendas internacional especializada na zona EMEA.

A FacePhi, empresa internacional especializada em soluções biométricas para verificação de identidade digital, continua a expandir sua presença em diferentes mercados e lança-se a conquistar as regiões da Europa, Oriente Médio e África. Para isso, Enrico Montagnino foi contratado como seu novo VP Sales EMEA, um profissional sênior com mais de três décadas de experiência dedicadas ao comércio internacional e que traz para a empresa um profundo conhecimento dos mercados da Europa, Oriente Médio e África.

A inclusão desse novo perfil ocorre em um momento de expansão da FacePhi, marcado por um notável crescimento de sua estrutura e pela entrada em novos mercados e regiões. A empresa aposta assim em aumentar a sua presença na zona EMEA, região em pleno desenvolvimento, com a criação de uma equipe comercial especializada, que trabalhará remotamente a partir de qualquer país, fechando novas oportunidades de negócio e prestando apoio aos clientes.

Nesse sentido, o CEO da FacePhi, Javier Mira, destacou que “a criação dessa nova equipe comercial irá acelerar a implementação da nossa tecnologia na Europa, Oriente Médio e África”. “Até agora tínhamos representantes que comercializavam o nosso produto nessas áreas, mas a constituição dessa equipe vai nos permitir ir mais longe e nos estabelecer nesses mercados que têm grande potencial em termos de empresas e usuários”, especificou Mira.

“Fazer parte da FacePhi significa ingressar em uma empresa líder em seu setor que está em crescimento internacional”, disse Enrico Montagnino. “Meu desafio como VP Sales EMEA é que a empresa tenha uma liderança sólida nessas regiões, enquanto ajudamos nossos clientes a controlar fraudes ou roubo de identidade, criando processos mais seguros com a melhor experiência do usuário”, afirmou Montagnino.