FacePhi fecha 2019 com um crescimento no faturamento de 82,88%

A empresa de tecnologia atinge também um EBITDA de 3,11 milhões de euros e termina 2019 sendo o valor que mais cresceu na Bolsa Espanhola.

 

A empresa FacePhi, líder mundial em biometria facial no setor fintech, fechou o ano passado batendo seu próprio recorde com um crescimento de 82,88% face a 2018, o que lhe permitiu atingir um volume de negócios líquido superior a 8,2 milhões de euros, conforme anunciado hoje no avance dos resultados anuais não auditados e oficialmente apresentados em ato, celebrado no Palacio de la Bolsa de Madrid.  

  

O sinal positivo nos resultados registados nos números do negócio foi extrapolado para o mercado de capitais, onde a empresa cotada está presente desde 2014 no MAB. A ampliação da carteira de clientes em países da América Latina e a colaboração tecnológica com entidades como o CaixaBank são algumas das ações que têm impulsionado o aumento do faturamento e os bons resultados em sua cotação em bolsa, o que a levou a ter o maior crescimento no mercado de ações espanhol durante 2019, com um 316%. 

  

Desta forma, a FacePhi consolida seu bom desempenho e bate um novo recorde, superando largamente os resultados do ano anterior, em que atingiu um volume de negócios de 4,48 milhões de euros. As contas da FacePhi apresentam também um bom recorde de EBITDA – benefício antes de juros, impostos, depreciações e amortizações – já que atingiu o valor de 3,1 milhões de euros, o que representa um notável aumento de 143,32% face ao resultado de 2018. 

  

FacePhi fechou 13 acordos durante 2019 para a prestação de seus serviços com entidades bancárias de referência e também do setor de saúde em seus respectivos países localizados na área LATAM. Entre os contratos fechados estão o formalizado com a plataforma mexicana Albo; no Panamá com a entidade financeira Banesco e Banco General; além do Banco de Crédito de Perú, o Banco del Sol e o Banco Supervielle, ambos na Argentina, o Banco Bolivariano do Equador, o grupo bancário HSBC do Uruguai e a seguradora argentina Swiss Medical Group, entre outras entidades.  

  

A estratégia de consolidar a atividade comercial no setor financeiro do cone sul-americano será replicada na região Ásia-Pacífico com a criação de uma sede da entidade na Coréia do Sul. Nos próximos exercícios, a zona APAC será fundamental para a consolidação internacional nestes mercados, onde existe uma forte procura de aplicação e utilização de tecnologias biométricas e de identificação. A expansão internacional da marca tem motivado a empresa a manter a sua presença em eventos de prestígio como o Money 20/20. 

  

Da mesma forma, a FacePhi reforçou sua situação financeira no ano passado, ao realizar uma operação corporativa através do acordo de investimento assinado com a Nice & Green no valor de 4 milhões de euros. Esta operação permitirá potenciar o crescimento orgânico da empresa e acelerar o desenvolvimento dos negócios nos mercados asiáticos e latino-americanos. 

  

Na Espanha, a aliança estabelecida com o CaixaBank para a aplicação do reconhecimento facial nos caixas eletrônicos da instituição financeira também foi um marco relevante em 2019: mediante este projeto, CaixaBank se tornou o primeiro banco no mundo a oferecer a seus clientes a possibilidade de fazer saques em seus caixas eletrônicos por meio de reconhecimento facial.  

  

Neste sentido, o CEO da FacePhi, Javier Mira, destacou que “o crescimento registado em 2019 não é o nosso objetivo, mas a confirmação de que devemos continuar na mesma linha de trabalho para ir mais longe. Temos de continuar trabalhando na América Latina, desenvolver nosso projeto para a Ásia a partir de Seul, e consolidar nosso compromisso de capitalização para continuar a crescer com nossa futura cotação na Euronext Growth”. 

  

Em 2020, a empresa iniciará sua cotação na bolsa francesa Euronext Growth, dedicada às PMEs e pequenas empresas, como uma fórmula de entrada para atrair novos investidores europeus e aceder a este mercado.  

  

Mira sublinhou que “o objetivo mais imediato é continuar avançando nas aplicações tecnológicas no campo fintech para sustentar nossa liderança em serviços de autenticação e identificação”.  

  

Sobre a FacePhi 

A FacePhi é a empresa líder em tecnologia de reconhecimento facial e biometria digital com sede em Alicante (Espanha). A empresa foi criada em 2012 e desde então tem concentrado sua atividade no setor financeiro. Da mesma forma, a FacePhi opera no BME Growth (Mercado Alternativo Bursátil) desde 2014, e comercializa seus produtos tecnológicos focalizados na segurança de instituições financeiras.  

Para mais informações: www.facephi.com / http://inphinite-facephi.com