2019: crescimento do EBITDA de 140,3% e faturamento de € 8,19M

De acordo com os resultados auditados da empresa, hoje divulgados, o volume de negócios aumentou 83% em relação a 2018

Os resultados da FacePhi mantêm sua escalada de crescimento, conforme confirmam as contas auditadas do exercício de 2019, apresentadas hoje e que já tinham sido adiantadas em janeiro. As contas confirmam um aumento do EBITDA de 140,37% face a 2018, após a obtenção de um volume de negócios de 8,19 milhões de euros. Assim, de acordo com os dados auditados do ano passado, o EBITDA atingiu um resultado superior a 3,07 milhões de euros, face ao valor registado em 2018 que atingiu os 1,28 milhões de euros.

O lucro bruto é o reflexo do sólido exercício registado pela FacePhi ao longo de 2019, em que ultrapassou seu próprio recorde com um volume de negócios que cresceu 83% face ao ano anterior. As contas anuais da empresa de tecnologia se devem ao aumento significativo da carteira de clientes registrado especialmente no mercado latino-americano, bem como à aliança estratégica que passou a desenvolver em seus projectos de tecnologia com entidades como o CaixaBank, além de impulsionar sua atividade no mercado asiático através da criação de sua primeira sede internacional na Coreia do Sul para entrar no mercado da Ásia-Pacífico.

O bom desempenho da carteira de clientes também foi extrapolado para os níveis de cotações do mercado bolsista do último ano no MAB, onde a empresa cotada está presente desde 2014. De facto, foi considerado o título que mais cresceu na Bolsa Espanhola durante o ano de 2019, com um aumento de 316% em seu valor.

 

Crescimento sustentado

A empresa espanhola de tecnologia, líder em soluções de reconhecimento biométrico, mantém sua tendência de crescimento desde 2017. A comparação deste ano com os resultados do último ano completo eleva o resultado do EBITDA a um crescimento ano-a-ano de 89,58%. O aumento nos últimos três anos foi contínuo, mas podemos falar de uma decolagem em 2019 que fortalece a empresa como referência no setor.

Ao longo de 2019, a FacePhi se consolidou na área LATAM, onde firmou mais de 10 convênios para a prestação de seus serviços com entidades bancárias de referência e também do setor de saúde. Entre os contratos fechados estão o formalizado com a plataforma mexicana Albo; no Panamá com a entidade financeira Banesco e Banco General; além do Banco de Crédito de Perú, o Banco del Sol e o Banco Supervielle, ambos na Argentina, o Banco Bolivariano do Equador, o grupo bancário HSBC do Uruguai e a seguradora argentina Swiss Medical Group, entre outras entidades.

Da mesma forma, a FacePhi reforçou sua situação financeira ao realizar uma operação corporativa no ano passado através do acordo de investimento assinado com a Nice & Green no valor de 4 milhões de euros, que permitirá potenciar o crescimento orgânico da empresa e acelerar o desenvolvimento dos negócios nos mercados asiáticos e latino-americanos.

O CEO da FacePhi, Javier Mira, expressou seu otimismo “apesar desses momentos de incerteza que estamos passando em todo o mundo devido à crise da COVID-19”. “É verdade que as economias internacionais entrarão em crise, da qual acho que podem se recuperar rapidamente. Ainda que para nossos produtos de tecnologia de identificação segura e contactless se abrem para nós novas oportunidades”, diz Mira. Nesse sentido, ele acrescenta que a atual crise da saúde vai mudar muitos comportamentos das empresas e dos clientes finais e novas aplicações tecnológicas serão necessárias para atender a essas novas demandas.

 

Sobre FacePhi

FacePhi é uma empresa especializada em soluções biométricas multifatoriais com sede em Alicante (Espanha). A empresa foi criada em 2012 e desde então tem concentrado sua atividade nos setores financeiro e de saúde. Da mesma forma, a FacePhi opera no BME Growth (Mercado Alternativo Bursátil) desde 2014, desde 2020 na Euronext Growth e comercializa seus produtos tecnológicos focados na segurança das entidades.

Para mais informações: www.facephi.com / http://inphinite-facephi.com 

Alicante, 30 de abril de 2020